O setor de recuperação de crédito vive nos últimos anos a busca pela eficiência. Os fatores impulsionadores vão da redução dos spreads financeiros à diminuição do comissionamento nas assessorias.

A correta gestão da cobrança pode ser o diferencial entre a permanência ou extinção de uma carteira. O uso de ferramentas estratégicas como a modelagem de dados sai do papel coadjuvante para um dos principais recursos na busca da otimização das ações para rentabilidade operacional.

No entanto, a problemática para implantação do score é comum em várias empresas: Por onde começar? Tenho pessoas capacitadas para usar o score? Tenho informação suficiente no database? O CRM está preparado para o score?

Neste contexto, conhecendo profundamente as particularidades da cobrança, a VERTOUE inova a modelagem de dados para o setor. Criadora de uma metodologia exclusiva e customizada a cada cliente, a VERTOUE constrói diagnósticos assertivos a partir do mapeamento estrutural da empresa, onde processos, sistemas e pessoas são a tríade focal para aplicação do modelo.

Segundo Ana Paula Pisaneschi, fundadora e CEO Vertoue, o score mais aderente não tem resultado efetivo se a operação não estiver de acordo com a estratégia. “A operação não pode parar. Nosso papel é ajudar as empresas na implantação, priorização e medição, promovendo a nova cultura aos recursos envolvidos e se necessário, adaptação sistêmica”.

O collection score aplicado também é exclusivo. Incorpora mais de 120 variáveis externas, incluindo dados comportamentais de redes sociais e utiliza técnicas avançadas, como rede neural.

Assim, a VERTOUE colabora para ascensão dos clientes no mercado com benefícios significativos: competitividade e rentabilidade operacional.

Fonte: Instuto GEOC