Esta é a frase que mais escuto nos últimos meses. De fato, o cenário não é dos melhores: O PIB tem maior queda desde 2008, a inadimplência do consumidor brasileiro aumentou 6,3% em 2014, os custos minimamente acompanham o estarrecedor índice de 9,12% de inflação e o potencial de recuperação vem desacelerando. O investimento

Continue Reading →